Arquivo para loop

python – loop com xrange()

Posted in Linux, Programação, Python with tags , on 16 / julho / 2008 by medeubranco

No artigo anterior, eu apresentei um código em que fazia um loop while incrementando uma variável. Sobre esse loop, fiz o seguinte comentário:

“Quanto ao loop no método run(), cabe um comentário aqui: na minha infinita ignorância, sempre usei “for x in range(n)” para fazer um loop com n iterações. Não me ocorria que range(n) retorna uma lista com n elementos. Como nós queremos aqui fazer muitas e muitas iterações, a lista gerada num loop “for x in range(n)” iria ocupar muita memória e não teria utilidade nenhuma no nosso código.”

Acontece que, mesmo ali, minha “infinita ignorância” ainda falou mais alto. Acontece que acabei de tropeçar na função xrange(), de utilização idêntica à da função range(). A diferença é que, em vez de retornar uma lista como range(), retorna um objeto que gera os números do intervalo sob demanda. Conforme a documentação, é ligeiramente mais rápida e mais eficiente com a memória.

Resultado do comando pydoc xrange no meu terminal:

Help on class xrange in module __builtin__:

class xrange(object)
|  xrange([start,] stop[, step]) -> xrange object
|
|  Like range(), but instead of returning a list, returns an object that
|  generates the numbers in the range on demand.  For looping, this is
|  slightly faster than range() and more memory efficient.
|
|  Methods defined here:
|
|  __getattribute__(...)
|      x.__getattribute__('name') <==> x.name
|
|  __getitem__(...)
|      x.__getitem__(y) <==> x[y]
|
|  __iter__(...)
|      x.__iter__() <==> iter(x)
|
|  __len__(...)
|      x.__len__() <==> len(x)
|
|  __repr__(...)
|      x.__repr__() <==> repr(x)
|
|  __reversed__(...)
|      Returns a reverse iterator.
|
|  ----------------------------------------------------------------------
|  Data and other attributes defined here:
|
|  __new__ = <built-in method __new__ of type object at 0x815e620>
|      T.__new__(S, ...) -> a new object with type S, a subtype of T

Utilizando:

for num in xrange(3):
    print num

Agora posso dizer que o tamanho da minha “infinita ignorância” é igual a infinito -1 .